sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

ENQUANTO O MARANHENSE TEM QUE IR PRO SOCORRÃO, ROSEANA VAI É A MIAMI BEACH FAZER EXAMES



Diferente do Presidente da Republica, ao contrário do vice e da maioria das celebridades do país , a governadora Roseana Sarney para fazer um simples Check-Up neurológico vai aos Estados Unidos, ao invés de realizar os exames no Brasil. Mais precisamente em Miami ,no Estado da Florida, que tem por características apresentar belas paisagens e praias sendo um dos locais que recebe o maior número de turistas nos EUA. Ignorando por completo nossa estrutura médica, que por sinal é avançada e possui muitos profissionais qualificados em São Paulo. A governadora viajou nesta sexta-feira (29-01) e só volta no dia 6 de fevereiro.

Na verdade o objetivo da governadora é unir o útil ao agradável, como diz o jargão popular, Roseana Sarney indo fazer exames sobre o suposto aneurisma que teve (suposto porque Roseana é a primeira pessoa da historia a realizar uma cirurgia para retirada de um aneurisma sem ficar com nenhuma cicatriz) ela poderá se distanciar alguns dias do governo, já que anda desgastada pelas inúmeras discussões e traições na disputa de quem manda mais em seu mandato. Além do mais é conhecido o vicio que a governadora tem pelo jogo, que a levou a bancar diversas passagens, via Senado, para seus amigos de jogatina irem a Brasília dividirem uma mesa de carteado. Miami fica às 4h de vôo para Las Vegas a capital mundial dos cassinos, dos jogos de azar e do poker uma cidade regrada a muitos shows, espetáculos e glamour como a governadora Roseana Sarney adora.

O Maranhão hoje infelizmente sofre e muito em atendimento médico e hospitalar pelo descaso de José Sarney e Roseana, que ficaram por 40 anos no poder e não fizeram nada pela saúde publica. O Atual secretário de saúde, Ricardo Murad, prometeu 64 hospitais modernos em 20 meses e até agora não construiu nenhum, ou seja, para cumprir a meta teriam que ser construídos seis hospitais por mês.

Hoje em dia, todo maranhense que sofre um caso mais grave de alguma patologia, tem que sair às pressas para outros Estados brasileiros para se tratar, pois não oferecemos nenhuma garantia clínica qualificada. Essa situação é o reflexo do descaso da governadora Roseana Sarney, que ao contrário da maioria dos maranhenses e do próprio presidente Lula , quando precisa apenas realizar exames, veja bem é apenas exames, vai para Miami que possui belas praias, restaurantes chiques, muitos famosos, fica perto de Las Vegas...

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

POLICIA DE ROSEANA, CUMPRE DESPEJO VIOLENTO DE FAMÍLIAS POSSEIRAS EM BURITI CORRENTE –MA



CONFLITO AGRÁRIO EM BURITI CORRENTE

A situação das 42 famílias de posseiros de Buriti Corrente situado na BR-316 cerca de 320 Km de São Luis, atingidas por um mandado de reintegração de posse no dia 26 de novembro de 2009, continua indefinida. A ação violenta e inconseqüente foi proferida pelo juiz da 2ª Vara da Comarca de Caxias, Clésio Coelho Cunha a favor do grupo Costa Pinto Empreendimentos Turísticos LTDA.

Por volta das 06 horas, os moradores foram surpreendidos por um batalhão de policiais composto por mais de 100 homens devidamente equipados para uma batalha, incluindo grupos de operações especiais militares e federais fortemente armados. Segundo os trabalhadores, não houve qualquer possibilidade de diálogo e todos teriam que retirar seus pertences imediatamente de suas residências, em seguida uma máquina carregadeira iniciou a destruição de 28 casas.

O clima foi tenso e de terror. Algumas pessoas passaram mal, inclusive crianças. A ordem do juiz e da empresa representou uma grande ameaça à vida de centenas de pessoas e uma agressão moral e psicológica, além de danos materiais (no caso os plantios e as casas, que segundo a Constituição Federal é um patrimônio inalienável). O terror e as ameaças aos lavradores continuaram por mais de um mês, pois a presença de jagunços armados na área a serviço da empresa é constante. As famílias continuam acampadas às margens da BR e outras 100 estão ameaçadas. Segundo as famílias acampadas às margens da BR – 316, os jagunços a serviço da Costa Pinto, estão sempre armados intimidando os trabalhadores e ameaçando queimar os barracos que foram construídos após o despejo. O clima é de muita tensão e preocupação.

Nos últimos dias os jagunços proibiram extração do piqui e do bacuri nativos da região e que nesta época se torna a principal fonte de renda para as famílias, embora os mesmos (jagunços) por outro lado a serviço empresa desmatam e queimam a vegetação nativa.

Histórico

A Costa Pinto se instalou na região de Aldeias Altas em 1977 no intuito de produzir álcool em larga escala com incentivos fiscais do Governo Federal através do Proálcool. No ano seguinte foi colhida a primeira safra de cana-de-açúcar. A Costa Pinto manteve sua produção até 1992, a crise financeira e uma série de problemas administrativos e trabalhistas a levou a falência no ano seguinte. Em quase duas décadas a empresa se apropriou de mais de 72 mil hectares de terras atingindo os municípios de Aldeias Altas, Caxias e Codó, muitos camponeses foram expulsos de suas terras pelo projeto ambicioso da Costa Pinto. Em 2005, a Costa Pinto reapareceu depois de mais de 10 anos ausente, arrendando as terras à multinacional TG Agroindustrial garantindo produzir 2 milhões de toneladas de açúcar nos primeiros 10 anos, com a onda do etanol (álcool para automóveis), os meios para tal produção estão deixando consequencias sem precedentes tanto ambiental quanto para os trabalhadores posseiros. A liminar de despejo proferida pelo juiz da 2ª Vara da Comarca de Caxias, CLÉSIO COELHO CUNHA a favor do grupo Costa Pinto Empreendimentos Turísticos LTDA, veio legitimar as intenções da Costa Pinto e da TG Agroindustrial em relação ao modelo de produção predatório e capitalista.

No último dia 13 de janeiro, representantes do INCRA estiveram na área com o advogado da Costa Pinto para discutir a situação e o remanejamento das famílias de uma área de 42 hectares nas intermediações das antigas instalações da empresa às margens da BR. Por decisão dos posseiros a permanência no local se dará até que o INCRA resolva definitivamente a situação da terra. Na ocasião estiveram presentes várias lideranças sindicais e da CPT dos municípios de Codó e Caxias.

PREFEITURA DE CODÓ SE OMITE AO CASO DE BURITI CORRENTE

Outra situação grave em relação aos acampados, é que desde que foram despejados a Secretaria de Educação se recusou a dá continuidade às atividades letivas, deixando 111 alunos sem concluir o ano letivo. A comunidade indicou possibilidades de continuar as aulas nas instalações construídas no acampamento, pois assim estariam garantindo a resistência e a permanência na área, porém a Secretaria de Educação de Codó desautorizou a continuidade das aulas, contrariando a decisão da comunidade, indicando uma possibilidade inviável para a mesma (em 02.12.2009, foi encaminhado Oficio ao Ministério Público e em 03.12.2009 ao Conselho Tutelar, colocando a situação e solicitando providencias e até agora os mesmos não se manifestaram sobre o assunto, permitindo assim, os alunos serem prejudicados). Segundo os trabalhadores a Secretaria manifestou preocupação quanto à imagem da administração municipal caso os alunos continuasse as aulas em barracos construídos pela própria comunidade. Em outra ocasião, o secretário de educação Jacinto Júnior falou para as mães dos alunos que foram até a secretaria para discutir como ficaria a situação “...porque vocês querem aulas se vocês nem terra tem...”

Fonte - Ronilson Costa - Agente da CPT / Diocese de Coroatá

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

CAVALO SELADO DO PT MARANHENSE: QUEM É O BURRO QUE SE HABILITA A MONTAR?

CAVALO SELADO DO PT MARANHENSE: QUEM É O BURRO QUE SE HABILITA A MONTAR?


Do blog de Robert Lobato

E a cenoura está posta na frente do “cavalo selado”. É uma ótima expectativa, mas inalcançável, apenas mantém o cavalo correndo, que é o que interessa.As ofertam se multiplicam: vice-governador, uma das vagas ao Senado, cargos na estrutura do governo Roseana e por aí vai. Vale tudo, como já afirmei neste blog, para sequestrar o PT maranhense e colocá-lo em cativeiro no palanque do PMDB roseanista.Ocorre que, ao contrário do que supõem alguns no grupo Sarney, há vários empecilhos para a concretização de tornar o PT maranhense em cúmplice da política da oligarquia, responsável pelos índices socioeconômicos sofríveis que fazem do Maranhão o estado mais pobre do Brasil.Puro cinismo. Falam que uma aliança entre o PT e o PMDB reforça o projeto nacional do governo Lula, como se uma aliança regional dessa fizesse alguma diferença qualitativa, seja do ponto de vista político, eleitoral ou programático para a vitória da candidatura da ministra Dilma Rousseff à presidência da República.É que o apetite do senador José Sarney pelo poder é insaciável e não se contenta apenas com os ministérios, cargos federais e vaga de vice-presidente ao PMDB. Ele precisa também que o governo do Maranhão fique sob a “proteção” da filha, e como a filha goza de índices altíssimos de rejeição, precisa desesperadamente se pendurar nas barbas do presidente Lula. Só assim poderá ganhar as eleições, imagina a “Branca”.Aí surge a piada de oferecer uma das vagas de senador ao PT, e se não bastasse essa ousadia, ainda querem indicar o nome, no caso o do deputado Washington Oliveira, que nunca conseguiu sequer eleger-se a deputado federal. Mas as mãos poderosas e ricas do Palácio dos Leões prometem elegê-lo Senador da República. É mole?Só burro mesmo para acreditar numa aberração política dessas. Custo acreditar que exista algum burro no PT que se habilite à montar nesse “cavalo selado” oferecido pelo grupo Sarney ao PT maranhense. E pode até ser que alguém monte, mas a queda será feia, podendo levar o aventureiro ao óbito político para sempre

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

JÔ E CARLOS VEREZA CRITICAM LULA, ENTREVISTA FOI CENSURADA

video

Como na ditadura o presidente Lula mostra a sua verdadeira face ao censurar a entrevista realizada pelo apresentador Jô Soares com o ator e diretor Carlos Vereza. Na entrevista Vereza faz sérias criticas ao atual presidente ao dizer que com Lula o país criou uma “glamorização da ignorância”, além de afirmar que como cidadão brasileiro a maior vergonha que viu no país foram os casos do “mensalão” do “dinheiro na cueca” e o projeto de poder e autoritarismo do presidente Lula. A censura ao programa é o aprendizado que Lula esta tendo com Sarney e seu grande objetivo é montar uma oligarquia como a criada no Maranhão, só que agora a nível nacional sendo a Dilma comandante pelos próximos 4 anos e depois voltando Lula a presidência. Vale lembrar também do filme lançando a pouco “Lula o filho do Brasil”, que coincidentemente foi bem perto das eleições, o vício a própria imagem é bem típico de comandantes como Getulio Vargas, Hitler e Mussolini.

quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

NEIVA MOREIRA POR BEATRIZ BISSIO


Neiva Moreira
Por Beatriz Bissio

Acabo de saber por minha filha Micaela que o Neiva Moreira - seu pai, meu companheiro de caminhada por quase três décadas - está internado no Hospital São Domingos, em São Luis, e que o seu estado inspira muitos cuidados.

Escrevo para aliviar o meu sentimento de dor diante do quadro, diante de um desenlace que sabemos que um dia chegará, mas diante do qual todos sentimos a mesma impotência e perplexidade.

Um deselace que nos abre tantos interrogantes sobre o sentido da vida e da morte, e nos coloca a necessidade de fazer balanços e retrospectivas...

Nestos momentos a pergunta que mais martela na miha cabeça é: qual deveria ser a punição por matar um sonho? Que pena merece quem nos tira o sonho que nos alimenta a vida?

Pode parecer a primeira vista uma pergunta pouco pertinente, mas não é. Quem conhece o Neiva sabe de seu amor ao Maranhão; sabe que o Maranhão foi o eixo em torno do qual ele teceu a sua vida pública e sua militância política.

Quando eu o conheci, no exilio do Uruguai, entre as primeiras coisas que fez questão de me apresentar do Brasil estavam o doce de buriti e o guaraná Jesus - que ele recebia através das visitas anuais de sua irmã Gel, do filho Antonio Luis e da sobrinha Memélia - e a "Canção do Exílio", do poeta maranhense Gonçalves Dias, que ele recitava como se fosse de sua autoria, tal a identificação que sentia com aqueles versos, principalmennte com os que enfatizava sempre:

“Não permita
Deus que eu morra, sem que eu volte para lá”...
Minha terra tem palmeiras,
Onde canta o Sabiá;
As aves, que aqui gorjeiam,
Não gorjeiam como lá.
(…)
Não permita Deus que eu morra,
Sem que eu volte para lá;
Sem que desfrute os primores
Que não encontro por cá;
Sem qu'inda aviste as palmeiras,
Onde canta o Sabiá.

Quando finalmente o Neiva voltou do exílio, após a anistia, fez questão de optar por uma conexão aérea no mínimo exótica, com uma escala no Amazonas, para viajar diretamente do México ao Maranhão, sem passar primeiro pelo Rio nem por São Paulo...

Essa devoção ao Maranhão, que sonhava democrático e livre!, livre da pesada carga que lhe tinham imposto gerações de políticos elitistas e corruptos, contra os quais ele sempre se insurgira, primeiro como jornalista e, depois, como político que representava uma renovação na atrasada geografia política local, teve um desfecho feliz quando Neiva Moreira entrou ao Palácio dos Leões, em janeiro de 2007. Pelo braço do amigo, irmão, companheiro de lutas, Jackson Lago e das forças políticas que o tinham conduzido à vitória, Neiva Moreira recebia a mais clara demonstração de que a sua vida de luta - a prisão, o exílio - tinham valido a pena. As sementes de rebeldia que ele tinha ajudado a plantar estavam dado frutos...

Jackson Lago nomeou Neiva Moreira o seu assessor especial e o colocou perto dele, no Palácio dos Leões, numa sala por onde passavam prefeitos, deputados, amigos, correligionários, e até adversários políticos, que ele sempre atendia prontamente e ouvia com extrema paciência, buscando encaminhar da melhor forma possível as suas reivindicações, sugestões ou mesmo críticas.

Vieram depois dias tenebrosos e inesquecíveis: a canalhice e a mesquinharia, a corrupção e a mentira tomaram conta dos destinos do Maranhão. Mais uma vez, o Neiva acompahou a resistênci. Mesmo com a saúde já debilitada, esteve no Palácio dos Leões, resistindo junto ao amigo e irmão Jackson Lago, até o desfecho.

Quando saímos do Palácio dos Leões, acompanhando Jackson Lago, naquele dia que ficará para sempre gravado na nossa memória e que s historiadores do futuro chamarão DIA DA VERGONHA - porque um governador dignamente eleito foi tirado do cargo em nome da lisura eleitoral pelo grupo político que mais pisoteou na história deste país todo o que pode ser lisura!!!! - eu tive a nítida sensação de que aquilo que para qualquer um de nós era um dia profundamente doloroso, para o Neiva era como uma sentença de morte! Senti que muitos de nós talvez teriamos tempo, ainda, de ver germiar as sementes da rebeldia e de ver o povo do Maranhão dando a sua resposta a esse ato covarde que teve a chancela da Justiça.

Mas, senti que para o Neiva o tempo não era o mesmo e que ele percebia isso nitidamete. Do alto de seus mais de 90 anos, ele sabia que dificilmente chegaria a ver o dia em que novamente o povo do Maranhão tomaria o destino nas suas mãos.

De lá para cá, o Neiva mergulhou nas lembranças do passado, buscando nelas o alivio para o peso do presente. Voltou a viver com intensidade os anos de juventude, as lutas que ele protagonizou junto a homens e mulheres que tanta falta nos fazem hoje – Brizola, Dona Neuza, Darcy Ribeiro, João Goulart, Edmundo Moniz, Luiz Carlos Prestes, Maria Aragão, Brandão Monteiro, Doutel de Andrade, Lysaneas Maciel, e tantos outros que já não estão mais entre nós e que semearam este pais de sonhos de futuro.

Ao tirar o mandato do Jackson Lago, o grupo de forças políticas do Maranhão que representa o atraso estava tirando do Neiva o sentido de sua vida! Tinham apunhalado o seu maior sonho: o de viver para ver o novo Maranhão germinar!! E, sem alimento para a sua alma inquieta, ele começou a definhar...

Diante da notícia de seu estado de saúde, esta foi a forma que encontrei de prestar-lhe homenagem!

Querido Neiva: seu sonho não morrerá!
Nós não vamos esquecer as suas lições de vida e continuaremos a lutar por seus ideais.

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

NÚMEROS DA VIOLÊNCIA ACABAM COM JUSTIFICATIVAS DE RAIMUNDO CUTRIM


Secretário de Roseana Sarney tenta justificar erros na segurança, mas é desmentido com o aumento crescente nos homicídios em São Luís

Na última segunda-feira o atual secretário de Segurança Pública do Maranhão Raimundo Cutrim em entrevista ao jornalista Silvan Alves (Bandeira 2, TV Difusora) , admitiu que os números da violência, mais precisamente os dados de homicídios de São Luís estão altíssimos e que precisam ser solucionados. Porém para justificar seus próprios erros na administração da pasta da segurança no governo de Roseana Sarney, o secretário afirmou que na gestão passada, no caso cita-se o governo Jackson Lago, a situação era muito pior.

Mas felizmente contra fatos não existem argumentos, matéria veiculada no Jornal Pequeno mostrou o equivoco de Raimundo Cutrim. Segundo o diário a violência e os homicídios no governo de Roseana Sarney aumentaram drasticamente, principalmente após a atual administração acabar com os programas de prevenção do Programa Nacional de Segurança com Cidadania(PRONASCI) aliados aos Conselhos de Segurança Cidadã e com o serviço de patrulhamento ostensivo como era o Patrulha do Bairro. Mas com o crescente aumento assustador dos crimes a governadora Roseana Sarney resolveu voltar com os projetos da administração de Jackson Lago, porém com uma filosofia errônea e sem o embasamento necessário a continuidade dos projetos não surtiu efeito e o resultado é visto e sentido diariamente pela população, que vê o caos diariamente nas ruas, avenidas e vielas de São Luís.

Confira a matéria do Jornal Pequeno que desmente as insinuações do secretário de Roseana Sarney, Raimundo Cutrim.

Jornal Pequeno 19/01/10

Secretário Cutrim admite que índice de assassinatos em SL é 'muito alto'

Em entrevista ontem ao jornalista Silvan Alves ("Bandeira 2", TV Difusora), o secretário de Segurança Pública do Maranhão, Raimundo Cutrim, admitiu que o índice de homicídios em São Luís (Grande Ilha) está "muito alto". "Na grande São Luís, o problema é sério em termos de homicídios. Vamos trabalhar para tentar reduzir o índice, que está muito alto", disse o secretário. No último mês de 2009 (dezembro), os assassinatos bateram o recorde do ano em São Luís: 67 mortes. Até a manhã de ontem, os casos de homicídio deste primeiro mês de 2010 já chegavam a 38, apenas um a menos do que os 39 totalizados em todo o mês de janeiro do ano passado.

Raimundo Cutrim, no entanto, voltou a sustentar que antes de ele ser nomeado - em 17 de abril do ano passado, quando o governador eleito Jackson Lago (PDT) foi cassado e Roseana Sarney (PMDB) foi posta pelo TSE em seu lugar -, esse estado de coisas era pior. "Quando assumimos, a situação era gravíssima", afirmou.

Os números não mostram isso. Conforme o Jornal Pequeno informou, em reportagem publicada em 3 de janeiro passado, o mês de abril de 2009 teve 42 assassinatos, sendo que esse número disparou para 62 em maio, já em plena gestão Cutrim. Embora tivesse caído significativamente em junho (38), o registro de crimes de morte voltou a crescer em julho (48) e agosto (56), recuou pouca coisa em setembro (55), recuou à faixa de abril em outubro (42) e novembro (41) e explodiu de vez em dezembro (67).

terça-feira, 19 de janeiro de 2010

PRÓSPERO 2010 É O QUE ESPERAMOS


Após uma parada de férias o blog do Entaotahmaranhao volta à ativa e as suas funções desde seu surgimento de informar, denunciar e opinar a cerca dos fatos políticos que envolvem o Maranhão, a partir do golpe da família Sarney que dispôs do cargo o ex-governador Jackson Lago e colocou Roseana Sarney como a mandatária maior do Estado.

O ano de 2010 será emblemático dentro do quadro político do Estado, já que teremos as eleições majoritárias, após o golpe de abril passado. Após muitas especulações e discussões, notícias quentes outras nem tanto e diversas barrigadas (informações falsas no jornalismo), temos hoje um quadro de candidatos praticamente firmados e outros a se definir. Roseana Sarney será a candidata natural a reeleição ao Governo do Estado pelo PMDB, Jackson Lago é homem forte da oposição pelo PDT e deve fazer uma dobradinha com o PSDB, Flavio Dino do partido PC do B tem o PSB e espera o apoio do PT para ser outro candidato ao governo, além de João Bentivi do PT do B.

No senado temos a disputa concentrada entre Edson Lobão do PMDB que tenta reeleição naturalmente surgi forte para a conquista de uma das duas vagas, Mauro Fecury do DEM, o colunista social Pergentino Holanda pelo PV, o ministro aposentado do STJ Edson Vidigal do PSDB outro bem cotado pelo bom desempenho em 2006 na campanha ao Governo do Estado por ter o apoio de Jackson Lago e das prefeituras de São Luis e Imperatriz, Clodomir Paz é o outro candidato da oposição que conta com o PDT, o ex-governador Zé Reinaldo (PSB) que ainda tenta costurar apoio para sua candidatura e ainda por fim pode surgir Bira do Pindaré pelo PT. Os demais cargos ainda estão por se definir, os deputados federais e estaduais ainda articulam suas campanhas e partidos, mas devemos ter muitas figuras carimbadas atrás de um cargo eletivo, alías muitos procuram o tão falado foro privilegiado, o resto ainda transita no ramo da especulação.